terça-feira, 8 de abril de 2014

Não vou me despedir de você


A despedida é imprevisível. Não dá pra ter certeza... "Nunca diga nunca" é o que me foi ensinado. A língua paga com juros altos... A vida dá voltas, o mundo gira. Um adeus que nunca vale! É a língua pagando. É assim que me sinto às vezes... Despeço-me tanto por não saber quando vou te ver de novo e inesperadamente te vejo amanhã. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário