segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Vida, destino, esperança


Ideal seria o encaixe das frases, se a vida fosse como um texto. Palavra após palavra, existiria tamanha harmonia, de modo que não poderia ser escrita outra palavra se não exatamente aquela usada. Mas a vida não é um perfeito texto, pois sempre aparece uma palavra extraviada em cada f(r)ase.

Já faz tempo que algo de bom foi perdido em mim. Alguma chama, algum brilho, alguma coisa indefinida, não dita e nem pensada, para não doer. Mas aquela vontade súbita de vida que me toma a cada pôr-do-sol, a cada música boa, a cada sorriso de criança, a cada bom livro e boa pessoa, ainda permanece, mantendo-me em pé, ainda que fraca.

Alguma coisa (essa indefinida) talvez se dissipou, secou. Pois nem em lágrimas sai mais. E precisa sair, escorrer, nem que seja em suor, distraindo-me da loucura de uma sensibilidade exacerbada.

Fico assim, escrevendo os sentimentos, justificando-me para ninguém. O que me reserva o destino? Espero... Ainda que "a esperança é um espeto onde sempre falta o assado", espero!

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Três simples palavras


Música sempre tocando
livros nos acompanhando
mãos, caneta, papel
estrelas brilhando, céu
roxo, violeta, lilás
incenso, horóscopo, paz
chocolate, filmes, café
tatuagens, piercing, boné
lua cheia apaixonante
momento, pequeno instante
sorriso, toque, olhar
coragem para arriscar
agora preciso dizer:
eu amo você.




Fonte da imagem: http://weheartit.com/entry/16550630

domingo, 23 de outubro de 2011

Sobre teorias de vida

O que teríamos feito de tão terrível em vidas passadas para nessa estarmos tão, mas TÃO azarados no amor? Devemos ter cometido algo de muito, muito grave e sendo punidos por tamanha atrocidade!

Onde estaria escondido o amor recírpoco se quando há interesse de nossa parte, da outra não há e quando da outra existe, da nossa não?

Eternamente assim? Para sempre teremos "sorte no jogo", se queremos apostar nossas fichas é no amor?

Ps.: sobre a descrença no amor simultânea ao desespero de tê-lo.