segunda-feira, 11 de julho de 2011

(Saudade.)

Saudade mesmo.

Saudade tanta que precisa ficar destacada entre parênteses, como se fosse um dos tijolos atracados na parede.

Saudade tanta que precisa de um ponto dentro do parênteses para garantir que nenhum pouquinho dela se dissipe, que nenhum pedacinho do tijolo se solte da parede.

Tijolo de sentimento, parede do coração.

Pontuação que desafia as regras do Português.
Coração que desafia o sentimento, seu freguês.

(Saudade.)

4 comentários:

  1. Saudade...sentimento sempre presente em minha vida...são tantas "idas"...Amei!

    ResponderExcluir
  2. "Todos os dias é um vai e vem. A vida se repete na estação...". É, são muitas, Karina. Muito obrigada :)

    ResponderExcluir
  3. Gostei muitoo! Parabéns menina poetisa! ^_^

    ResponderExcluir