quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Segredos

Um banho pra lavar o corpo e refrescar as ideias. Alguma coisa faltava na última palavra da frase passada e, não era o acento. Talvez apenas novas inspirações...
Um perfume básico, roupas confortáveis. Passei a mão nas chaves e no celular. E fui. Cheguei, sentei como se estivesse no sofá de casa, acomodei-me bem e comecei a observar as coisas ao meu redor. Tudo. O embalado das árvores, minimamente planejado pelo vento, as mudanças de cores no céu, o barulho dos passos das pessoas que apareciam e sumiam nas esquinas da cidade, o som das rodas dos carros, do latido do cachorro, os cheiros, a música, se é que de "música" pode ser chamado aquele som...
O vento calmo e sereno mas ao mesmo tempo decisivo, assim como o andar do meu avô (um dos grandes mestres da minha vida), trouxe até mim a inspiração que há pouco faltava, completando as ideias ainda recém desenvolvidas. Mas era como se no começo eu quisesse adiar, fugir, deixar para depois. Não resisti, caindo na velha máxima "foi mais forte que eu". "Alô?". Memória... Olhos fechados, coração batendo forte, sentimento. Escolhas e... segredos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário