quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Texto pro Seu Moço

Pediram-me pra escolher entre o dia e a noite.
Quero os dois, claro! Ora moço... Deixe-me querer tudo, que hora dessas eu não vou estar nesse mundo mais não!
Disse que não pode.
Então está bem. Fico com a madrugada, bem naquele pedacinho que a noite se transforma em dia, porque eu gosto é de contrariar.

Falando em contrariar, eu não quero aquele amor certinho, eu não quero vida iludida de casamento certinho. Embora eu acredite na pessoa errada .
Não quero que dê tudo certinho, e sei que não vai dar mesmo!
Ah, não vem falar que vai! Mostre-me uma só pessoa que tem tudo arrumadinho, no lugar (dá tédio só de pensar)! E que viva no mesmo planeta que eu...

Eu quero é gente engraçada do meu lado e muita dificuldade!
Eu gosto é de pessoa que faz aposta besta com ela mesma, do tipo "se o próximo carro que passar na rua for branco, é porque o que eu planejei vai dar certo!" (E se o primeiro não for branco, funciona também se for o segundo, ou o terceiro, bom... se passar um carro branco neste dia!)
Eu quero viver rodeada de gente que realmente acredita que quando a mão coça, é porque vai ganhar dinheiro, e que quando olha no relógio e as horas e os minutos são os mesmos, é porque tem alguém pensando nela. Quero viver rodeada de gente que não gosta de Etiqueta e que xinga. De gente que ri quando não deveria, e que consegue ver desenho em nuvem.
Gente que ouve chamando o nome, e quando vê que não era ninguém, fica com medo de ser a morte. Que sabe apreciar música de qualidade, nem que a qualidade seja não entender nada da letra e achar a melodia linda!
Moço, eu gosto é de quem não segue padrão de beleza, e acha boniteza até naquela voz de "taquara rachada".
Quem dá crise de riso com coisa que ninguém acha graça, e que gosta de umas coisas fúteis, porque de vez em quando, repito, de vez em quando, faz bem.
Quem faz pedido quando vê estrela cadente, e que chora só de observar o pôr-do-Sol, lembrando de um acontecimento marcante. Eu gosto de quem tem marca.
Quem soluça de tanto chorar vendo filme romântico, e morre de medo de "isrpítu" quando vê filme de terror.
Quem se entope de chocolate, sorvete, ou qualquer coisa "engordurante" em favor de ignorar as críticas das "burricidas" falando que você engordou.
Eu gosto de quem inventa palavra ou transcreve como a gente fala.
Quem decide que vai ser a pessoa mais correta a partir de segunda-feira, que vai estudar direitinho, ser mais paciente, emagrecer, e na terça, ou até mesmo na segunda à noite já se pega se entregando à um pequeno prazer que o tira do foco.
Mas eu também gosto de quem tem foco.

Venham até mim as pessoas simples e que acreditam que somos más por natureza! Quem falam mal dos outros, sem culpa. Porque caros, se falamos de quem faz uma fofoquinha, já estamos fazendo fofoquinha também. Se criticamos quem nos critica, estamos fazendo o que nós mesmos estamos criticando: criticar. O mundo é uma falação má, constante! É tudo uma questão de ponto de vista.
Mas venham junto das pessoas de vibração positiva. Mas aquelas que vibram tanto, mas tanto, mas tanto, que me fazem tremer junto! Que também sabem ver os pontos positivos de cada um e "chorar junto", em vez de só "rir de".

Esse mundo é grande moço!
Cheio de gente, e impregnado de um Deus que ri das besteiras que a gente fala, em vez de só castigar.
Afinal de contas, pecado, pra mim, é coisa que não existe.
Eu acredito em um Deus, que quando a gente pede coragem, por exemplo, Ele não nos dá a coragem. E sim a oportunidade de sermos corajosos.
Cabe a cada um abraçar ou não, deixar passar ou não, viver a própria vida, ou querer viver uma vida alheia.
Eu não gosto de gente quadrada porque quer.
Eu gosto de gente contraditória, humana. Porque humano contradiz.
Então não venha me pedir pra escolher entre dia e noite. Eu quero tudo que eu conseguir alcançar, nem que seja um pedacinho de madrugada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário