quarta-feira, 28 de julho de 2010

Quando eu te pegar jamais esquecerá que eu existo!

Quando eu te pegar você pode até tentar fugir... Mas não vai conseguir, porque eu sou forte.
Bem mais que você.
Quando me conhecer, você vai viver constantemente comigo, aonde quer que você vá. Nem que seja em sonho, em pensamento.
Vai me sentir, saber que eu existo de verdade.
Vai saber o que é se sentir pleno e feliz. Pois pegarei você no colo, e serei o mais doce possível. Farei seus olhos brilharem.
Mas também posso te fazer sofrer... Tanto! Na mesma intensidade em que pode sentir felicidade.
Um dia vou lhe marcar de forma tão intensa, que jamais esquecerá que eu existo! Ainda que diga que nunca mais queira me ter, ou deixe de acreditar em mim. Pois uma vez que te marco, não há como esquecer minha intensidade.
Pode até tentar fingir que não sabe quem eu sou. Mas meu objetivo é atingir a todos, hora ou outra eu chego até você.
Saberá da minha “famosidade”! Pois te causarei arrepios, te arrancarei sorrisos, farei seu coração acelerar, sentirá saudade, sentirá vontade, vai querer me ter, querer me desvendar, terá desejos e irá chorar, seja de alegria ou de dor.
Conhecerá meu gosto, meu cheiro, minha capacidade, minha loucura. Ah, meu bem! Não sabe o que sou capaz de fazer com você! Conhecerá minha força.
Terá o prazer de me conhecer, ainda que não me decifre... Porque isso, ninguém faz.
Terá o desprazer de me ter, quando eu não (puder) te levar correspondência.
Saiba que poderá (mais provável que irá) sofrer!
Mas não há coisa mais gostosa do que eu, quando eu te pegar e te completar.
Alguns irão falar que eu não valho a pena, que só causo o mal. Mas isso não sou eu, quando falarem assim, estarão falando de outro (a), e não de mim.
Alguns irão falar que só levo felicidade e momentos bons. Ingênuos! Isso não sou eu, quando falarem assim, estarão falando de outro (a), e não de mim.
Alguns irão tentar falar sobre mim. Ingênuos! Eu não sou ‘falável’ de forma simples assim... Eu sou muito mais um mistério ‘sentível’!
Alguns irão me definir como algo que eu não sou, como se eu fosse. E de forma tão banalizada, que muitos acharão que posso ser definido, limitado, sem complexidade nenhuma.
Gosto de falar de mim, desse jeito convencido, porque EU SOU SIM essa bola toda.
Sou maior que você... Dê-me valor, pois sou raro. Não brinque comigo, não faça de mim o que quiser.
Talvez não estarei mais com você, talvez sim. Não com todo aquele encanto, mas quem sabe estarei!
E se eu tiver ido embora uma hora eu volto, trazido pelo mesmo, ou por outro alguém.
Meu nome é curto, mas é grande. Chamam-me de amor.

terça-feira, 27 de julho de 2010

Lembraremos



Lembraremos do seu companheirismo
Lembraremos da sua disposição
Lembraremos da sua alegria
Lembraremos do seu sorriso... lindo!


Estará conosco em mente e coração,
vivo... Em memória e sentimento.
Deixou marcado algo tão especial em amigos e parentes...
E portanto, lembraremos de você!
Descanse em PAZ!
s2

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Todos os dias é um vai e vem. A vida se repete na estação...

...
Tem gente que chega pra ficar
Tem gente que vai pra nunca mais
Tem gente que vem e quer voltar
Tem gente que vai e quer ficar
Tem gente que veio só olhar
Tem gente a sorrir e a chorar
E assim, chegar e partir.
~
A todo o tempo pessoas vindo e indo. Chegando, partindo.
Marcando, compartilhando, modificando algo em mim.
E elas passam... Todas passam.
Mas algo, nem que seja mínimo, fica.
E eu gosto desse fluxo, eu admiro o que acontece comigo.
Seja com sofrimento ou sem, amor há.
Eu amo a vida.

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Meu coração...

...não quer viver batendo devagar.

E depois da ascensão do Sistema, a ascensão do humor!
e viva a endorfina!